CONTRACS > CAMPANHAS > DOMINGO É DIA DE TRABALHAR O AFETO, AMOR E CARINHO

CAMPANHAS

Domingo é dia de trabalhar o afeto, amor e carinho

Domingo é dia de trabalhar o afeto, amor e carinho

Em prol do fim do trabalho aos domingos e feriados

Domingo é dia de trabalhar o afeto, amor e carinho

Para devolver o domingo e os feriados aos comerciários em Bauru, a Centra Única dos Trabalhadores (CUT) e a Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio e Serviços (Contracs) lançam apoio oficial ao projeto de lei

CUT e Contracs apoiam projeto de lei que pretende devolver aos comerciários de Bauru o domingo e os feriados

Na contramão dos direitos trabalhistas, os “patrões do comércio de Bauru” organizam os horários de funcionamento dos estabelecimentos de acordo com suas conveniências. Tem loja que abre às 8h. Tem loja que fecha às 19h. Tem loja que abre aos domingos e aquelas que abrem nos feriados. Com clientes ou sem clientes, a garantia do lucro para a patrãozada está assegurada através da exploração dos comerciários.

A Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio e Serviços (CONTRACS/CUT) mantém campanha nacional contra o trabalho aos domingos e em vários municípios brasileiros os comerciários já obtiveram vitória. Aqui em Bauru, lançamos apoio oficial ao PL do Vereador Roque Ferreira (PT), que garante o direito de descanso aos domingos e feriados para os comerciários, inclusive aos que trabalham em Supermercados.

Mas só o nosso não garante a vitória. É fundamental que os comerciários se envolvam nesta luta, já que o sucesso de tal empreitada depende diretamente do voto dos vereadores e da caneta do Prefeito Rodrigo Agostinho.

Os patrões já “mexeram seus pauzinhos” e o autor do PL, que também é sindicalista da CUT, vem se deparando com dificuldade para o encaminhamento do projeto.

Supermercados
“Domingos e feriados são vistos como dias comuns”

Os trabalhadores em supermercados vivem um drama ainda maior, muitas vezes ignorado até mesmo pelo sindicato que os representa. A carga horária desses companheiros é desumana e traz consequências drásticas para a saúde e também para a convivência social.

Além dos baixos salários, não há organização nas escalas, o que faz com que o trabalhador(a) se entregue totalmente ao trabalho, deixando de lado a convivência com a família e com os amigos. Tempo para a prática de esporte, lazer e cultura é praticamente inexistente.

Essa dura realidade precisa mudar. Não é normal trabalhar aos domingos e feriados.

O normal é que, nestes dias, trabalhemos apenas o afeto, o amor e o carinho.

Como apoiar o projeto de lei?

Esse PL, que é fruto do diálogo com a categoria por meio de uma audiência pública com a presença de centenas de comerciários e que prevê o fechamento do comércio, inclusive supermercados, aos domingos e feriados, está enfrentando grande resistência na Câmara Municipal. Isso porque a maioria dos vereadores optou por ficar do lado dos grandes grupos econômicos e não dos trabalhadores.

Você pode ajudar conversando “cara a cara” com estes vereadores e pedindo o apoio dos mesmos para esta luta. No dia em que o PL for a voto, os comerciários e comerciárias de Bauru devem lotar a Câmara Municipal e demonstrar a união em torno desta importante reivindicação.

Consumidores também precisam apoiar

Um dos argumentos mais repetidos pelos vereadores para manter o trabalho dos comerciários aos domingos e feriados é o consumidor. Contra este argumento apenas uma pergunta: Você, consumidor, gostaria de trabalhar aos domingos e feriados, sendo provado de sua convivência familiar e social? Os gananciosos por uma remuneração extra poderão até dizer que sim. Acontece que os comerciários trabalham aos domingos e feriados sem nenhuma garantia dessa remuneração.

Não podemos fechar os olhos para este problema que atinge mulheres de trabalhadores buruenses. Reflita sobre isso e apóie você também os comerciários(as).

Arquivos: 0

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
Tutorial: Saiba como participar da campanha pela anulação da Reforma Trabalhista
Tutorial: Saiba como participar da campanha pela anulação da Reforma Trabalhista

#AnulaReforma

RÁDIO CUT
Facebook Twitter Contracs Fecesc Fetrace Fetracom-DF Fetracom-PB Fetracs-RN Conexão Sindical Rede Brasil Atual

Todos os Direitos Reservados © CONTRACS
Sede: Quadra 1, Bloco I, Edifício Central, salas 403 a 406 | Setor Comercial Sul | CEP: 70304-900 | Brasília | DF
Telefone:(55 61) 3225-6366 | Fax:(55 61) 3225-6280
Subsede: Avenida Celso Garcia, 3177 | Tatuapé | CEP: 03063-000 | São Paulo | SP
Telefones:(55 11) 2091-6620 / 2091-2253 / 2092-5515 / 2225-1368 | Fax:(55 11) 3209-7496
www.contracs.org.br | contracs@contracs.org.br