CONTRACS > LISTAR NOTÍCIAS > RIACHUELO SOFRE BOICOTE APÓS RECEBER APOIO DO MBL E POR APOIAR RETIRADA DE DIREITOS

Riachuelo sofre boicote após receber apoio do MBL e por apoiar retirada de direitos

21/03/2018

Consumidores lembraram casos de exploração dos trabalhadores de confecções contratadas pelo empresário Flávio Rocha, dono da rede de lojas

Escrito por: Redação RBA

Cresce nas redes sociais críticas à loja de departamento Riachuelo por conta do histórico do proprietário Flávio Rocha em defesa de pautas conservadoras. Na última segunda-feira (19), ele recebeu apoio do grupo de extrema-direita Movimento Brasil Livre (MBL) a uma possível candidatura presidencial, o que fez aumentar a insatisfação dos consumidores. Um dos entusiastas do golpe do impeachment contra a presidenta Dilma, o empresário, se define como um liberal na economia e conservador nos costumes.

Os usuários destacaram que o MBL foi um dos que espalharam acusações falsas contra a vereadora Marielle Franco, executada no Rio de Janeiro na última quarta-feira (14).

Os consumidores também lembraram das denúncias trabalhistas envolvendo empresas subcontratadas pela Guararapes, controladora da Riachuelo. Em setembro de 2017, a empresa foi condenada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) a pagar R$ 37 milhões em indenização por oferecer menores salários a funcionários de confecções contratadas no interior do Rio Grande do Norte, em comparação com as remunerações recebidas pelos trabalhadores da Guararapes em Natal, estimulando a exploração e o trabalho escravo.

Em fevereiro, a Riachuelo também foi alvo de boicote por parte da comunidade LGBT, após o empresário Flávio Rocha manifestar apoio a grupos evangélicos que são contra o casamento entre homossexuais e à educação sexual nas escolas, que os setores conservadores identificam como ideologia de gênero.

Não é a primeira vez que Rocha tenta se lançar como candidato. Em 1994, sua campanha à presidência foi interrompida após acusações de financiamento indevido.

Confira algumas críticas postadas na própria página da Riachuelo

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT
Facebook Twitter Contracs Fecesc Fetrace Fetracom-DF Fetracom-PB Fetracs-RN Conexão Sindical Rede Brasil Atual

Todos os Direitos Reservados © CONTRACS
Sede: Quadra 1, Bloco I, Edifício Central, salas 403 a 406 | Setor Comercial Sul | CEP: 70304-900 | Brasília | DF
Telefone:(55 61) 3225-6366 | Fax:(55 61) 3225-6280
Subsede: Avenida Celso Garcia, 3177 | Tatuapé | CEP: 03063-000 | São Paulo | SP
Telefones:(55 11) 2091-6620 / 2091-2253 / 2092-5515 / 2225-1368 | Fax:(55 11) 3209-7496
www.contracs.org.br | contracs@contracs.org.br