CONTRACS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > INSTITUTO BRASILIS: HADDAD EMPATA COM BOLSONARO NO 1º TURNO E VENCE NO 2º

Instituto Brasilis: Haddad empata com Bolsonaro no 1º turno e vence no 2º

27/09/2018

Em uma semana, a diferença entre os dois caiu de 13 para 5 pontos. Como a margem de erro é de 3,5 pontos, para cima ou para baixo, o quadro é de empate técnico

Escrito por: Redação Revista Fórum


Pesquisa Instituto Brasilis, divulgada nesta quinta-feira (27), mostra novo salto de Fernando Haddad (PT), que agora se encontra em situação de empate técnico com seu oponente na disputa presidencial, Jair Bolsonaro (PSL), que oscilou negativamente três pontos porcentuais.

No comparativo com o levantamento anterior, divulgado há uma semana, Haddad subiu cinco pontos – de 17% para 22% -, enquanto Bolsonaro foi de 30% para 27%, na pesquisa estimulada, em que são citados os nomes dos candidatos. A diferença entre os dois caiu de 13 para 5 pontos. Como a margem de erro é de 3,5 pontos, para cima ou para baixo, o quadro é de empate técnico.

Segundo turno

Em uma simulação de segundo turno entre Haddad e Bolsonaro, o petista vence com 8 pontos porcentuais de diferença – fora da margem de erro. Um um hipotético segundo turno entre os dois, Haddad teria 44% das intenções de voto, contra 36% de Bolsonaro. Na semana passada, a situação era de empate técnico, com Haddad 4 pontos atrás de Bolsonaro – 43% a 39%.

Voto espontâneo

Na pesquisa espontânea – quando não são revelados os nomes dos candidatos -, a situação é também de empate técnico, no limite da margem de erro. Haddad subiu 5 pontos, de 14% para 19%, enquanto Bolsonaro oscilou negativamente, de 28% para 26%. O número de indecisos caiu de 23% para 20%.

Alckmin também cresceu e superou Ciro no voto espontâneo. O tucano foi de 3% para 7%, enquanto o pedetista oscilou de 6% para 4%. Marina foi de 1% para 2%. Segundo Alberto Almeida, faltando 10 dias para o processo eleitoral, nenhum dos candidatos ameaçam a polarização entre Haddad e Bolsonaro.

“Para que um dos demais candidatos se torne capaz de ir ao segundo turno, deslocando ou Bolsonaro ou Haddad, é preciso retirar para si, ao menos, 0,8 ponto percentual por dia dos candidatos favoritos a se qualificarem para o segundo turno. Não há sinais consistentes de que isso possa ocorrer”, analisa.


A pesquisa entrevistou 1.000 eleitores entre os dias 25 e 26 de setembro. A margem de erro de 3,5 pontos percentuais para mais ou para menos, com intervalo de confiança de 95%.

Veja os números da pesquisa estimulada abaixo:

Jair Bolsonaro 27%
Fernando Haddad 22%
Geraldo Alckmin 10%
Ciro Gomes 8%
Marina Silva 5%
João Amôedo 3%
Álvaro Dias 3%
Henrique Meirelles 2%
Cabo Daciolo 2%
Guilherme Boulos 1%
João Goulart Filho 1%
Vera 0%
Eymael 0%
Branco/Nulo/Indeciso 11%
Não sabe/Não respondeu 7%

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT
Facebook Twitter Contracs Fecesc Fetrace Fetracom-DF Fetracom-PB Fetracs-RN Conexão Sindical Rede Brasil Atual

Todos os Direitos Reservados © CONTRACS
Sede: Quadra 1, Bloco I, Edifício Central, salas 403 a 406 | Setor Comercial Sul | CEP: 70304-900 | Brasília | DF
Telefone:(55 61) 3225-6366 | Fax:(55 61) 3225-6280
Subsede: Avenida Celso Garcia, 3177 | Tatuapé | CEP: 03063-000 | São Paulo | SP
Telefones:(55 11) 2091-6620 / 2091-2253 / 2092-5515 / 2225-1368 | Fax:(55 11) 3209-7496
www.contracs.org.br | contracs@contracs.org.br