CONTRACS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > 14/6: GREVE GERAL - DERROTAR NAS RUAS A DESTRUIÇÃO DAS APOSENTADORIAS

14/6: Greve Geral - Derrotar nas ruas a destruição das aposentadorias

03/06/2019

Contra a reforma da Previdência, em defesa da Educação e por mais empregos

Escrito por: Imprensa Contracs

Passados seis meses desde a posse e o governo Bolsonaro já demonstra que seu projeto para o Brasil não é governar para resolver os problemas do Brasil e do povo brasileiro.

O desemprego só cresce, a política habitacional está parada e os serviços públicos estão sofrendo cortes vergonhosos que ameaçam o atendimento à população.

Além disso, está empenhado em aprovar uma “reforma” da Previdência Social que torna impossível o direito a aposentadoria de milhões de trabalhadores e entrega o futuro de milhões de pessoas aos bancos.

Povo vai às ruas contra os cortes na educação e em defesa da aposentadoria

A resposta aos ataques do governo está nas ruas. No último dia 15 e no dia 30 de maio, aconteceram grandes manifestações em todos os estados, de norte a sul do país, com estudantes, mães e pais de alunos, trabalhadores da educação contra os cortes anunciados na educação.

Agora é construir a Greve Geral contra a “reforma” da Previdência.

De forma unitária, todas as centrais sindicais brasileiras e as frentes Povo Sem Medo e Brasil Popular estão construindo uma greve geral no próximo dia 14 de junho. A pauta da greve é a defesa do direito de aposentadoria digna e o repúdio a proposta de “reforma” da Previdência apresentada pelo governo Bolsonaro e que está em tramitação no Congresso Nacional.

A Contracs/CUT está empenhada, desde o seu 10º Congresso, junto com as entidades filiadas, em somar forças com os demais movimentos e setores da classe trabalhadora e seguirá nas ruas para construir uma grande greve geral e parar o país no dia 14/6.

Proposta de Bolsonaro é reprovada por 65% do povo

Pesquisa divulgada pelo Instituto Vox-Populi revelou que 65% dos brasileiros são contra a proposta do governo de mexer na Previdência. Apenas 26% são a favor e 9% não souberam ou não quiseram responder. O povo sabe que o que está em jogo com a proposta chamada de “Nova Previdência” é se teremos ou não o direito de garantir uma aposentadoria digna. Bolsonaro quer inviabilizar a possibilidade dos mais pobres se aposentar e entregar a Previdência nas mãos dos bancos.

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT
Aposentômetro Conexão Sindical Condomínio Facebook Twitter Contracs Rede Brasil Atual Fecesc Fetrace Fetracom-DF Fetracom-PB Fetracs-RN Fetracs Fetracs RS Fenatrad

Todos os Direitos Reservados © CONTRACS
Sede: Quadra 1, Bloco I, Edifício Central, salas 403 a 406 | Setor Comercial Sul | CEP: 70304-900 | Brasília | DF
Telefone:(55 61) 3225-6366 | Fax:(55 61) 3225-6280
Subsede: Avenida Celso Garcia, 3177 | Tatuapé | CEP: 03063-000 | São Paulo | SP
Telefones:(55 11) 2091-6620 / 2091-2253 / 2092-5515 / 2225-1368 | Fax:(55 11) 3209-7496
www.contracs.org.br | contracs@contracs.org.br