CONTRACS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > NOTA DA CONTRACS/CUT SOBRE A PANDEMIA PROVOCADA PELO NOVO CORONA VÍRUS

Nota da Contracs/CUT sobre a pandemia provocada pelo novo corona vírus

14/03/2020

Apesar do descaso do governo brasileiro, que chegou a ironizar a situação em rede internacional, o COVID 19 chegou ao Brasil e exige medidas de proteção da população

Escrito por: Nota da Contracs

Companheiros e companheiras,
O planeta vive, no momento, um de seus maiores dramas com a materialização da gigantesca pandemia provocada pelo novo corona vírus (COVID 19).
Oriundo da cidade de Wuhan, na China, onde infectou e matou centenas de pessoas, o COVID 19 se alastrou por todos os continentes atingindo milhares de pessoas, uma verdadeira tragédia humana!

Apesar do descaso do governo brasileiro, que chegou a ironizar a situação em rede internacional (dizendo que se tratava, a pandemia, de uma fantasia da mídia), o COVID 19 chegou ao Brasil e já aponta para uma forte disseminação levando ao desespero toda uma população apreensiva e desprotegida.

Vale lembrar que, o governo golpista de Michel Temer encaminhou e aprovou, em 2016, no Congresso Nacional a Emenda Constitucional número 95 (EC-95/2016), a famigerada “PEC da morte,” que subtraiu vultuosos recursos da saúde pública brasileira atingindo de morte o nosso Sistema Único de Saúde – SUS deixando desassistidos milhões de brasileiros e brasileiras, que encontram-se agora, em auto grau de risco diante de um esperado aprofundamento dos efeitos COVID 19.

Em estados como São Paulo e Rio de Janeiro, no Sudeste do País, os números de suspeitos e infectados já são assustadores, bem como, em outras regiões com menor constatação, mas, que já sinalizam com vários casos registrados.

O COVID 19 já matou mais de cinco mil pessoas no mundo todo e aqui no Brasil as ocorrências já não são mais apenas as de origens identificadas, os casos comunitários (sem identificação), já são preocupantes (o descontrole surge), e o avanço viral, segundo as autoridades médicas, é inevitável, dado ao despreparo das instituições aliado a cultura de comodismo do povo brasileiro.

Muitas orientações estão sendo passadas por diversos veículos no sentido de evitar a generalização do surto. Fala-se em lavar as mãos continuamente, usar álcool na higienização pessoal, limpar maçanetas, fechaduras, interruptores, etc, porém, essas ações, diante do problema em questão, são apenas paliativas, pois, o mal já está em todos os lugares.

Na verdade, são necessárias medidas muito mais radicais, estruturais e eficazes.

Diante do cenário posto, a CONTRACS, ciente de seu papel como uma entidade sindical de grau superior, representante de aproximadamente três milhões de trabalhadores e trabalhadoras, entendendo que essa luta também é nossa, entra no processo de resistência e combate ao Corona Vírus, levando aos seus representados as seguintes orientações e sugestões de ações:

1. Que todas as entidades filiadas a nossa confederação reproduzam as campanhas já existentes e divulgadas pelos órgãos competentes, junto aos seus ramos, de forma ampla e irrestrita. Todos os trabalhadores e trabalhadoras precisam ser informados profundamente sobre o assunto;
2. Que cada entidade reveja suas programações de curtos e médios prazos, fazendo uma reavaliação, inclusive, suprimindo aquelas que coloquem em risco a coletividade;
3. Por não sabermos exatamente onde o vírus está recomendamos que, desde já, verifiquemos a possibilidade de suspendermos nossas atividades administrativas por alguns dias, principalmente onde o surto já é uma realidade consolidada. Algumas atividades inadiáveis ou extremamente necessárias poderão ser executadas nos domicílios;
4. Onde for possível, que os sindicatos, além das redes sociais, se utilizem dos meios convencionais de comunicação (rádio, televisão, difusora, carro de som...), se apresentando para levar suas mensagens de apoio aos trabalhadores e trabalhadoras, bem como a comunidade como um todo, no combate ao COVID 19;
5. Que as entidades em regiões onde o vírus ainda é pouco presente, façam um esforço especial no sentido de adquirir álcool 70, material de limpeza adequado e outros produtos necessários para uso em suas dependências.


Contamos com o apoio de todos

Julimar Roberto -  Presidente 

Domingos Braga - Sec. Saúde e Segurança

Eliezer Gomes - Tesoureiro

 

#combaterocovid19 #essalutatambemenossa #contracscut

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT
Conexão Sindical Condomínio Facebook Twitter Contracs Rede Brasil Atual Fecesc Fetracom-DF Fetrace Fetracom-PB Fetracs Fetracs-RN Fetracs RS Fenatrad Fetracom/MS Fenadados

Todos os Direitos Reservados © CONTRACS
Sede: Quadra 1, Bloco I, Edifício Central, salas 403 a 406 | Setor Comercial Sul | CEP: 70304-900 | Brasília | DF
Telefone:(55 61) 3225-6366 | Fax:(55 61) 3225-6280
Subsede: Avenida Celso Garcia, 3177 | Tatuapé | CEP: 03063-000 | São Paulo | SP
Telefones:(55 11) 2091-6620 / 2091-2253 / 2092-5515 / 2225-1368 | Fax:(55 11) 3209-7496
www.contracs.org.br | contracs@contracs.org.br