CONTRACS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > MORO CONFESSA PERSEGUIÇÃO E ILEGALIDADES EM CASO DE LULA

Moro confessa perseguição e ilegalidades em caso de Lula

15/05/2020

A conversa entre Sérgio Moro e a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP), divulgada ontem (14/V), revelou uma ilegalidade cometida no processo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva

Escrito por: Comitê Lula Livre

A conversa entre Sérgio Moro e a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP), divulgada ontem (14/V), revelou uma ilegalidade cometida no processo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, de acordo com professor de Direito.

No diálogo, Moro afirma que “o Valeixo manteve o Lula preso, manteve a prisão do Lula diante da ordem ilegal de soltura do desembargador do Rio Grande do Sul. Se algo demora na Lava Jato no STF, não é pela PF, mas em relação a outras pessoas”.

MaurícioValeixo era o chefe da Polícia Federal do Paraná quando, em 2018, o desembargador Rogério Favretto determinou que Lula fosse solto.

À época, em vez de cumprir a decisão, Valeixo pediu esclarecimentos ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região sobre a decisão. Ao final, Lula permaneceu preso até novembro 2019.

Para o professor de direito constitucional Alessandro Soares, em manifestação no Twitter, o caso se caracterizou como “abuso de autoridade e perseguição política”.

 

O Diretor da PF não tem competência para decidir se uma decisão judicial é ilegal ou não. Isso se chama abuso de autoridade e perseguição política. Confissão da boca do próprio Moro.

Ver imagem no Twitter

 

Advogado de Lula rebate Moro
No inquérito que corre no STF (Supremo Tribunal Federal), em que investiga a suposta interferência do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na PF, Moro afirmou que a transcrição parcial do vídeo da reunião ministerial do último dia 22 de abril revela “disparidade de armas, pois demonstra que a Advocacia-Geral da União (AGU) tem acesso ao vídeo, enquanto a defesa não tem”.

O advogado Cristiano Zanin, que defende Lula nos processos da operação Lava Jato, ironizou no Twitter.

 

 

O tema da "paridade de armas" no exercício do direito de defesa é realmente muito importante. Que bom que hoje foi lembrado. Deveria sempre ser lembrado.

 

Lula desafia Moro
 
<iframe width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/SySe7kQmc-8" frameborder="0" allow="accelerometer; autoplay; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture" allowfullscreen></iframe>
  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT
Conexão Sindical Condomínio Facebook Twitter Contracs Rede Brasil Atual Fecesc Fetracom-DF Fetrace Fetracom-PB Fetracs Fetracs-RN Fetracs RS Fenatrad Fetracom/MS Fenadados

Todos os Direitos Reservados © CONTRACS
Sede: Quadra 1, Bloco I, Edifício Central, salas 403 a 406 | Setor Comercial Sul | CEP: 70304-900 | Brasília | DF
Telefone:(55 61) 3225-6366 | Fax:(55 61) 3225-6280
Subsede: Avenida Celso Garcia, 3177 | Tatuapé | CEP: 03063-000 | São Paulo | SP
Telefones:(55 11) 2091-6620 / 2091-2253 / 2092-5515 / 2225-1368 | Fax:(55 11) 3209-7496
www.contracs.org.br | contracs@contracs.org.br