CONTRACS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > CUT LANÇA CAMPANHA PARA MOBILIZAR JOVENS DE TODO O PAÍS

CUT lança campanha para mobilizar jovens de todo o país

05/09/2020

Com sindicalistas e artistas jovens como a poeta Kimani, a cantora Ana Cañas e os rappers Dellacruz e Gog, CUT e DGB farão live sobre a organização da juventude brasileira em defesa de futuro melhor

Escrito por: Marize Muniz e André Accarini - Portal CUT

Neste sábado, a partir das 14h, lideranças sindicais e artistas se reúnem para conversar com jovens de todo o Brasil sobre o papel deles no futuro da do Brasil. Organizada pela CUT, em parceria com a Confederação dos Sindicatos Alemães (DGB), a live “Segue o Fio”, pretende conscientizar essa “moçada” sobre os direitos sociais e trabalhistas, tão duramente atacados pelo governo, e discutir estratégias sobre como lutar por eles.

Os jovens, em especial os da periferia e das camadas menos favorecidas da população estão perdendo as perspectivas sobre o futuro, diante do cenário atual de destruição das conquistas e é preciso atraí-los para o universo sindical para que compreendam a necessidade e importância da organização para enfrentar ‘o que vem pela frente’, avalia a secretária de Juventude da CUT, Cristiana Paiva Gomes. De acordo com a dirigente, este é o primeiro passo de uma luta que tem por objetivo formar uma nova consciência de classe.

“O jovem de hoje é muito prejudicado pelas políticas impostas pelo governo de Jair Bolsonaro e pela reforma Trabalhista de Michel Temer. O trabalho é precarizado, o acesso à educação e à saúde está cada vez mais difícil para todos e os jovens, junto com outros segmentos são os que mais sofrem”.

As consequências negativas das medidas de arrocho e retirada de direitos vão se estender por mais muito, caso a juventude não comece a se organizar desde já, diz a secretária, complementando: “E é uma luta da própria juventude”.

Todos juntos
As relações de trabalho no Brasil e no mundo têm passado por profundas transformações, especialmente por causa do avanço acelerado das novas tecnologias e das reformas na legislação trabalhista que resultaram em precarização - terceirização, uberização, contrato intermitente e cada vez mais trabalho informal. E os jovens são os mais atingidos neste cenário.

A organização da juventude para criar uma frente de defesa de direitos passa, necessariamente, pela participação em coletivos como o movimento sindical. E esse é o principal foco da campanha “Segue o Fio”.

“Queremos trazer os jovens que perderam essa esperança, que se viram obrigados a, por exemplo, se submeter a profissões onde são explorados, não têm nenhuma proteção social”, diz a secretária da Juventude da CUT, citando como exemplo os jovens que trabalham como entregadores de aplicativos.

Segundo Cristiana, a categoria é o maior exemplo de que esses trabalhadores precisam se organizar e se defender e ‘é papel da CUT e da DGB reunir esses trabalhadores em torno de uma luta por um mundo melhor’.

Temos jovens trabalhando em profissões que não tem representação, um novo mundo do trabalho em que precisamos fortalecer os trabalhadores jovens que são informais e que não estão na base da CUT e dos sindicatos
- Cristiana Paiva Gomes
“Os momentos atuais são tenebrosos, mas o movimento sindical está firme, resistindo e buscando incentivar a juventude trabalhadora”, diz Cristiana em relação à campanha.

A campanha

A campanha “Segue o Fio” foi construída com o apoio da Confederação dos Sindicatos Alemães (DGB) e visa incentivar a juventude a entender melhor o papel e a importância dos sindicatos na vida da classe trabalhadora.

Para isso, de acordo com a secretária de Juventude da CUT, é preciso reconquistar esses jovens para entenderem como é a formação de lideranças sindicais qualificadas que estão a frente no embate com governos e empresários na luta por direitos trabalhistas.

Mais do que uma campanha de sindicalização, “Segue o Fio” tem como proposta fortalecer a organização da juventude trabalhadora para as lutas futuras que, como mostram os cenários político e econômico, cheios de desafios e obstáculos, entre eles a recessão econômica e o medo de perder o emprego.

A live deste sábado é dirigida a todos os jovens brasileiros, não somente os que que já fazem parte do mundo sindical ou de movimentos sociais.

“É aberta a todos e falaremos desses temas por meio da cultura, com música e a participação de artistas que têm uma visão realista da juventude brasileira, gente que também passou por momentos difíceis e batalhou pra se organizar, e que fala nossa língua”, diz Cristiana Paiva.

Os temas principais a serem abordados na live são:

Precarização do trabalho – como se organizar e defender direitos frente às novas relações trabalhistas
Revolução 4.0 – como sobreviver aos efeitos da implantação de novas tecnologias no mundo do trabalho.
Escravidão moderna – a exploração sem limites no mundo do trabalho
Realidades distintas dos “brasis” dentro do brasil – como lidar com as desigualdades e diferenças culturais no país.

 

Quem vai estar lá
Delacruz – rapper

Kimani – poeta

Gog – rapper, cantor e escritor

Ana Cañas – cantora

Evanilson Silva – secretário de Juventude da CUT-PE

Yslene Rayanne - secretária de Juventude da CUT-DF

Cristina Paiva - secretária de Juventude da CUT Brasil

Onde assistir
Portal CUT: cut.org.br

Youtube: youtube.com/redetvt

Facebook: facebook.com/cutbrasil

TV: Em São Paulo, no Canal 44.1 e canal 512 da NET HD no ABC

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT
Conexão Sindical Condomínio Facebook Twitter Contracs Rede Brasil Atual Fenascera Fecesc Fetracom-DF Fetrace Fetracom-PB Fetracs Fetracs-RN Fetracs RS Fenatrad Fetracom/MS Fenadados

Todos os Direitos Reservados © CONTRACS
Sede: Quadra 1, Bloco I, Edifício Central, salas 403 a 406 | Setor Comercial Sul | CEP: 70304-900 | Brasília | DF
Telefone:(55 61) 3225-6366 | Fax:(55 61) 3225-6280
Subsede: Avenida Celso Garcia, 3177 | Tatuapé | CEP: 03063-000 | São Paulo | SP
Telefones:(55 11) 2091-6620 / 2091-2253 / 2092-5515 / 2225-1368 | Fax:(55 11) 3209-7496
www.contracs.org.br | contracs@contracs.org.br