CONTRACS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > CONTRACS NOMEIA EDIFÍCIO GERMANO QUEVEDO

Contracs nomeia Edifício Germano Quevedo

24/03/2014

Ato de solenidade em homenagem ao companheiro ocorreu na subsede da Confederação

Escrito por: Contracs

A Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio e Serviços da CUT (Contracs/CUT) nomeou, em ato solene, o edifício de sua subsede, em São Paulo-SP. O evento ocorreu na segunda-feira (17), na presença de muitos convidados – incluindo a direção nacional da confederação; o secretário de administração e finanças da CUT Nacional Quintino Severo e federações e sindicatos filiados.

Em homenagem ao companheiro Germano Quevedo, ex-presidente da Contracs, o prédio recebe seu nome, como forma de manter viva sua memória e seus ensinamentos dentro do movimento sindical.

Entre os convidados, Rodrigo de Oliveira Rocha, representando a Central Única dos Trabalhadores-ES, saudou os presentes e lembrou que o legado de Germano estará guardado com a homenagem. “O companheiro Germano sempre esteve à frente de seu tempo. Em 94 ele levou um trio elétrico na frente do Carrefour e foram distribuídos materiais de campanha pelas condições dos trabalhadores em plena inauguração da loja no ES. Idealizou uma organização dos comerciários e trabalhadores do setor de serviços em nível nacional e a estruturação Contracs hoje se dá em grande parte pela garra desse companheiro. Em um momento em que ainda não havia debates de minorias, ele já buscava debater o tema. Essa é a lembrança que eu carrego do Germano, de um sindicalista que lutava pelos trabalhadores. Espero que todos possam um dia se interessar e conhecer a história dele e parabenizo por essa bela e merecida homenagem”, disse.

José Carlos Andrade Ferreira, membro da direção da Contracs e Presidente do Sindicato dos Comerciários de Estância/SE, parabenizou pela organização da noite festiva e registrou seu relato de indicação do nome do companheiro Quevedo para o nome do edifício, “Quando o companheiro Alci me procurou dizendo que tinha a intenção de nomear o prédio da confederação, o único nome que veio a mim foi o do Germano. Infelizmente eu não tive a oportunidade conhecê-lo pessoalmente, mas sua história é muito presente dentro da Contracs e era importante que ele fosse lembrado dessa maneira. A nomeação é um modo de manter sua trajetória viva dentro do movimento sindical”.

Josinete Mara da Fonseca, diretora do Sindicomerciários-ES, se emocionou durante sua fala, “O meu choro hoje é de alegria, porque o Germano faz parte da construção do sindicalismo da nossa categoria. Tudo o que foi dito até agora sobre o companheiro me traz boas lembranças, e fico muito lisonjeada de poder fazer parte dessa homenagem ao nosso companheiro Germano Quevedo. Ele tinha sua concepção ideológica formada, e falando o português claro não tinha pra ninguém. Temos que fazer das lembranças nossos motivos de esperança para continuarmos seu trabalho”.

Representando a família, a companheira Francisca Silva, agradeceu a Contracs pela homenagem e pela escolha do mês de março, em que faz 10 anos do falecimento do companheiro. “Fico feliz em saber que ele continua presente no movimento sindical. Quero parabenizar a Contracs, o presidente Alci, toda a diretoria e quadro de funcionários da Confederação pelo trabalho que realizaram até hoje e por dar sequência a sua trajetória no movimento sindical”.

A secretária de Relações internacionais da Contracs, Lucilene Binsfeld, relembrou a figura do companheiro como um sonhador. “basta repararmos seu olhar em fotografias, para reconhecer nele um sonhador. Tive a oportunidade de conhecê-lo em 1999, e em 2004 tive que substituí-lo. Não foi fácil substituir uma pessoa tão maravilhosa e que entendia muito de política, irreverente e o grande articulador. Ele sonhou a nossa Contracs, sonhou uma Confederação voltada ao trabalhador e que defendesse os comerciários e o setor de serviços. Infelizmente, em 2004 me coube à responsabilidade de encarar esse desafio no lugar do companheiro, porque para mim eu nunca consegui substituir o Germano. Eu carrego grandes lembranças dele em meu coração, e posso dizer que para sempre eu vou fazer a defesa do ramo do comércio e serviços baseada nos ideais desse companheiro que pregava a unidade, respeito e a luta de fato”, disse ela puxando o grito dos presentes: “GERMANO PRESENTE”.

Valeir Ertle, secretário de organização e política sindical da Contracs e executiva da CUT Nacional, desejou uma boa noite a todos os presentes e se mostrou emocionado ao falar de Germano. “Eu tive a oportunidade de conhecer o companheiro Germano logo que iniciei no movimento sindical. Durante o congresso no Espírito Santo, quando já estava tudo certo para que o companheiro fosse o presidente da Confederação, devido a problemas internos da direção na época, ele acabou sendo presidente do Sindicato dos Comerciários do ES e não da Confederação. Naquela ocasião o companheiro João de Deus assumiu. Mas Germano sempre fez parte da nossa executiva. Fico muito feliz que a Francisca esteja aqui conosco, ela esteve ao lado dele o tempo todo, contribuiu muito com o Germano, com certeza ela tem muito a ver com a formação política dele, sem ela ele não seria quem foi. Era uma pessoa que tinha muita divergência com a direção, mas era um grande articulador político. Ele foi uma pessoa que contribuiu muito e com certeza faz muita falta em nosso ramo.”

Em nome da CUT Nacional, o secretário de administração e finanças, Quintino Severo, Parabenizou a Contracs pela decisão de colocar o nome no prédio, de um companheiro que foi tão importante para a luta da classe trabalhadora, não só dos comerciários e setor de serviços, para todos. “Em qualquer cidade pode-se ver em nomes de ruas, homenagens a militares que não construíram a democracia do país e ainda assim são homenageados. A importância quando a Contracs coloca um nome de um trabalhador em seu prédio, é o modo de recuperar a história do nosso país. Infelizmente eu conheci muito pouco o companheiro Germano, mas nós conhecemos a história de uma pessoa não apenas convivendo com ela, basta ter referência daquilo que foi feito por esta pessoa. É com a referência que todos aqui já me passaram desse companheiro que eu gostaria de parabenizar a todos os envolvidos nessa homenagem”.

Para encerrar os discursos, Alci Matos Araujo, presidente da Confederação cumprimentou a todos os presentes e lembrou a importância desse momento. “Reconheço o Germano na luta e na bravura, em seu trabalho em 1999 e 2002, no projeto Integração e seu compromisso. Tenho referências que quero trazer para a nossa luta, que seja como um desbravador e lutador que nunca deixou de estar no sindicato. Reconheço-o na disputa direta dentro da diretoria, quando era preciso mostrar a importância do conselho fiscal. Agradeço a presença da companheira Francisca nesse dia tão importante para todos nós. O Germano tinha uma decisão, uma posição, portanto sua marca deve ser sempre: “Germano vive!”, para que levemos adiante nosso aprendizado com ele, afinal podem morrer as pessoas, mas nunca seus ideais, como disse Che Guevara. É essa imagem que precisamos manter viva. Nesse momento trazemos muita lembranças, mas é importante que tenhamos expectativas, porque o trabalho sindical continua amanhã”.

Ao final da solenidade foram entregue placas de homenagens à CUT-ES, Sindicomerciários-ES e à família do companheiro Germano.

Os convidados Quintino Severo, representando a CUT Nacional; João de Deus dos Santos, ex-presidente e coordenador da região nordeste da Contracs e José Vanilson Cordeiro, secretário de políticas sociais da Contracs, entregaram a placa ao companheiro Rodrigo Oliveira Rocha, representando a CUT Espírito Santo.

Romildo Miranda, Vice-presidente da Contracs; Olinto Teonácio Neto, secretário de formação da Contracs, junto à Valeir Ertle, que representava a executiva da CUT, entregaram a Josinete Fonseca a homenagem ao Sindicomerciários-ES.

 

 

 

Para a família, a homenagem entregue à Francisca, pela dedicação do companheiro Germano, foram convidados, Lucilene Binsfeld e os membros da direção da Contracs, Kaliane Elvira da Silva e José Carlos Ferreira.

 

 

 

 

Após as falas, em um gesto simbólico, a direção da Contracs descobriu a placa de homenagem e nomeação do edifício Germano Quevedo, e também puderam ver a placa colocada em frente ao prédio.

 

 

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT
Conexão Sindical Condomínio Facebook Twitter Contracs Rede Brasil Atual Fenascera Fecesc Fetracom-DF Fetrace Fetracom-PB Fetracs Fetracs-RN Fetracs RS Fenatrad Fetracom/MS Fenadados

Todos os Direitos Reservados © CONTRACS
Sede: Quadra 1, Bloco I, Edifício Central, salas 403 a 406 | Setor Comercial Sul | CEP: 70304-900 | Brasília | DF
Telefone:(55 61) 3225-6366 | Fax:(55 61) 3225-6280
Subsede: Avenida Celso Garcia, 3177 | Tatuapé | CEP: 03063-000 | São Paulo | SP
Telefones:(55 11) 2091-6620 / 2091-2253 / 2092-5515 / 2225-1368 | Fax:(55 11) 3209-7496
www.contracs.org.br | contracs@contracs.org.br