CONTRACS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > HOMENS NEGROS E MULHERES BRANCAS E NEGRAS CORREM MAIS RISCO DE MORRER DE COVID-19

Homens negros e mulheres brancas e negras correm mais risco de morrer de Covid-19

27/09/2021

Pesquisa revela as desigualdades raciais e de gênero contribuem para aumentar o risco de morte mesmo em grupos de pessoas com atividades profissionais que as colocam no topo da pirâmide social

Escrito por: Redação CUT

 

A Covid-19, que já matou mais de 594.484 pessoas no Brasil desde o começo da pandemia do novo coronavírus é mais fatal para homens negros e mulheres brancas e negras do que para homens brancos. A conclusão é de estudo feito por um grupo de pesquisadores que analisou estatísticas oficiais sobre os óbitos de brasileiros mortos no ano passado.
 
Os dados dos pesquisadores ligados à Rede de Pesquisa Solidária, que reúne várias instituições públicas e privadas, que foram divulgados pelo jornal Folha de S. Paulo, revelam que as desigualdades raciais e de gênero contribuem para aumentar o risco de morte mesmo em grupos de pessoas com atividades profissionais que as colocam no topo da pirâmide social.
 
O estudo revela, por exemplo, que os riscos de morte por Covid entre as mulheres negras que  trabalham em serviços domésticos são 112% maiores do que os enfrentados por brancos, de acordo com os pesquisadores.
 
Os pesquisadores examinaram dados do Sistema de Informação sobre Mortalidade, do Ministério da Saúde, sobre 67,5 mil pessoas que morreram de Covid-19 no ano passado, amostra equivalente a um terço de todas as mortes causadas pelo coronavírus notificadas no período.
 
Em números absolutos, houve mais mortes por Covid em grupos ocupacionais que são grandes empregadores, como comércio e serviço (6.420), agricultura (3.384) e transportes (3.367), mas o estudo mostra que alguns setores foram muito mais afetados em termos relativos.
 
As mortes por Covid representaram 24% de todas as mortes de profissionais de saúde registradas. Na segurança, incluindo praças das Forças Armadas, policiais militares e bombeiros, foram 25%. Entre líderes religiosos, 44% das mortes do ano passado foram causadas pelo vírus.
 
Segundo pesquisa da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o número de mortes por Covid-19 no Brasil em 2020 foi 18,2% maior do que o registrado. A análise indicou que foram 230.452 óbitos pela doença no ano passado e não 194.949.
  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT
Conexão Sindical Condomínio Facebook Twitter Contracs Rede Brasil Atual Fenascera Fecesc Fetracom-DF Fetrace Fetracom-PB Fetracs Fetracs-RN Fetracs RS Fenatrad Fetracom/MS Fenadados

Todos os Direitos Reservados © CONTRACS
Sede: Quadra 1, Bloco I, Edifício Central, salas 403 a 406 | Setor Comercial Sul | CEP: 70304-900 | Brasília | DF
Telefone:(55 61) 3225-6366 | Fax:(55 61) 3225-6280
Subsede: Avenida Celso Garcia, 3177 | Tatuapé | CEP: 03063-000 | São Paulo | SP
Telefones:(55 11) 2091-6620 / 2091-2253 / 2092-5515 / 2225-1368 | Fax:(55 11) 3209-7496
www.contracs.org.br | contracs@contracs.org.br