CONTRACS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > NOTA DE REPÚDIO: POR MAIS RESPEITO ÀS DOMÉSTICAS E SEUS DIREITOS

NOTA DE REPÚDIO: Por mais respeito às domésticas e seus direitos

07/08/2014

Diretora da Contracs escreve nota de repúdio à matéria que incentiva precarização da categoria

Escrito por: Maria Regina Teodoro, Secretária de Políticas de Promoção da Igualdade Racial

São Paulo, 07 de agosto de 2014

Fico extremamente preocupada e indignada com a posição dos formadores de opinião, mais precisamente nossa mídia. Esta semana, no programa matinal da Rede Globo Mais Você, Ana Maria Braga apresentou a aprovação da Lei 12.964/2014, que regulamenta uma das conquistas da PEC das Domésticas, que será o pagamento de multa caso os empregadores não registrem a trabalhadora doméstica, ou seja, todos os trabalhadores domésticos deverão ser registrados ou o empregador pagará multa.

É prática dos patrões procurarem novas formas para escapar do compromisso com os encargos trabalhistas toda vez que os trabalhadores conquistam um direito. É fato de que os empregadores sempre tiveram seus trabalhadores domésticos como escravos. Após anos de luta, os trabalhadores domésticos ainda se deparam com empregadores que continuam a buscar novas formas de trabalho indecente, de não reconhecimento da categoria e de desqualificação do trabalhador doméstico.

Neste sentido, essa matéria veiculada no programa Mais Você referencia a prática do não pagamento dos direito dos trabalhadores e incentiva a contratação via terceirização, condição que muito penaliza os trabalhadores das mais diversas categorias.

É vexatória a postura desta apresentadora e do veículo de comunicação a qual ela representa que propagandeia e estimula a precarização do trabalho doméstico.

Eu, trabalhadora doméstica e representante da Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio e Serviços da CUT que defende e representa a categoria, considero inadmissível que os direitos das trabalhadoras domésticas continuem sendo desrespeitados em cadeia nacional como se nossa categoria merecesse menos direitos e menos respeito.

Somos trabalhadores como muitos outros e merecemos que nossos direitos sejam garantidos pela Constituição Federal e pela legislação trabalhista e, para além, queremos que estes direitos sejam respeitados por juízes, advogados, patrões, cidadãos e também pela imprensa, que tem uma responsabilidade social e deve zelar por uma comunicação justa, digna e promotora dos direitos.

Maria Regina Teodoro – Secretária de Política de Promoção para a Igualdade Racial da Contracs e doméstica

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT
Conexão Sindical Condomínio Facebook Twitter Contracs Rede Brasil Atual Fenascera Fecesc Fetracom-DF Fetrace Fetracom-PB Fetracs Fetracs-RN Fetracs RS Fenatrad Fetracom/MS Fenadados

Todos os Direitos Reservados © CONTRACS
Sede: Quadra 1, Bloco I, Edifício Central, salas 403 a 406 | Setor Comercial Sul | CEP: 70304-900 | Brasília | DF
Telefone:(55 61) 3225-6366 | Fax:(55 61) 3225-6280
Subsede: Avenida Celso Garcia, 3177 | Tatuapé | CEP: 03063-000 | São Paulo | SP
Telefones:(55 11) 2091-6620 / 2091-2253 / 2092-5515 / 2225-1368 | Fax:(55 11) 3209-7496
www.contracs.org.br | contracs@contracs.org.br