CONTRACS > LISTAR NOTÍCIAS > PROCON FECHOU DUAS UNIDADES DO WALMART EM PORTO ALEGRE

Procon fechou duas unidades do Walmart em Porto Alegre

01/09/2014

Rede já teve inquérito aberto pelo mesmo problema, em 1999, a divergência do preço da gôndola com o que era cobrado no caixa também foi o motivo

Escrito por: Maria Eduarda/ Rede Gaucha

A rede Walmart já teve inquérito aberto pelo Ministério Público, pelo mesmo problema que levou ao fechamento de duas unidades da rede nesta sexta-feira. Aberta em 1999 na promotoria do consumidor, a sindicância investiga a denúncia de divergência do preço da gôndola com o que era cobrado no caixa em supermercados Nacional, em Porto Alegre.

Um Termo de Ajustamento de Conduta foi aberto, onde a rede se comprometia em resolver o problema foi assinado. Na verificação do cumprimento do acordo, o Ministério Público encontrou diversas cláusulas sendo descumpridas, o que levou o órgão a abrir ações de execuções contra a empresa. Em audiência realizada neste ano, as partes entraram em um acordo e foi concedido o prazo até outubro deste ano para que o Nacional regularizasse o sistema de preço.

Os problemas dos estabelecimentos fechados hoje são a venda de produtos vencidos, além também, da diferença de preços apontados nas gôndolas e aqueles cobrados no momento do pagamento no caixa, encontrados em fiscalização do Procon. No entanto suspensão das atividades por sete dias se baseia na reincidência da empresa. Supermercados Nacional têm 47 processos por essas infrações. Somente no último mês, foram 10 autuações.

Para que a empresa possa interromper a decisão terá que doar equipamentos para o Hospital de Pronto Socorro de Porto Alegre, além de assinar um TAC e pagar multa de R$ 341 mil para cada loja. Até agora, a empresa não procurou o Procon. Em nota, a empresa informou que "O Nacional Supermercados reitera seu compromisso com a segurança alimentar e com a qualidade da experiência de compra dos clientes. A empresa informa que está em contato com as autoridades fiscalizadoras e tomando todas as providências cabíveis para o caso." 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT
Conexão Sindical Condomínio Facebook Twitter Contracs Rede Brasil Atual Fenascera Fecesc Fetracom-DF Fetrace Fetracom-PB Fetracs Fetracs-RN Fetracs RS Fenatrad Fetracom/MS Fenadados

Todos os Direitos Reservados © CONTRACS
Sede: Quadra 1, Bloco I, Edifício Central, salas 403 a 406 | Setor Comercial Sul | CEP: 70304-900 | Brasília | DF
Telefone:(55 61) 3225-6366 | Fax:(55 61) 3225-6280
Subsede: Avenida Celso Garcia, 3177 | Tatuapé | CEP: 03063-000 | São Paulo | SP
Telefones:(55 11) 2091-6620 / 2091-2253 / 2092-5515 / 2225-1368 | Fax:(55 11) 3209-7496
www.contracs.org.br | contracs@contracs.org.br