CONTRACS > LISTAR NOTÍCIAS > COALIZÃO GLOBAL DE TRABALHO DISCUTE OFERTA DO WALMART POR REDE VAREJISTA SUL-AFRICANA

Coalizão global de trabalho discute oferta do Walmart por rede varejista sul-africana

01/01/2011

Escrito por:

Uma coalização global de trabalho, unindo diversos sindicatos sul-africanos e americanos além do Sindicato Global UNI, reuniram-se com os acionistas do Massmart para discutir a oferta do Walmart para adquirir o varejista sul-africano.

No evento, o vice-presidente do Congresso dos Sindicatos Sul-Africano (COSATU) Tyoto James lembrou que a África do Sul continua a ser uma das sociedades mas desiguais do mundo e a aquisição de 51% das Massmart pelo Walmart pode piorar ainda mais a situação porque seria um mau negócio para consumidores, fornecedores e para a população sul-africana em geral.

Já o Vice-secretário-geral do Sindicato de Trabalhadores Sul-Africano do Comércio e do Campo (SACCAWU) Mduduzi Mbongwe ressaltou os ataques implacáveis cometidos pelo Walmart aos trabalhadores e sindicatos em todo o mundo.

Alke Boessiger do Sindicato Global UNI alertou a todos que o momento para o país e o sindicato estabelecerem normas para proteger trabalhadores, fornecedores locais e interesses da comunidade é agora, quando a empresa ainda está fazendo sua proposta inicial.

As práticas anti-sindicais cometidas pelo Walmart são conhecida por todos na América do Norte, destacou o vice-diretor da União Internacional dos Trabalhadores no Comércio e Alimentação (UFCW) Michael Bride. Ele abordou ainda o efeito devastador que o modelo de negócios da multinacional tem sobre as comunidades em que se insere.

A SACCAWU vai desafiar a proposta feita pelo Walmart para adquirir a Massmart na África por meio do direito da concorrência e na esfera política além de continuar educando seus sindicatos filiados sobre as consequências desta aquisição para seus trabalhadores e orientando como devem proceder à aquisição.

Oferta
O Walmart ofertou US$ 2,1 bilhões pelo controle da varejista sul-africana Massmart. O negócio pode garantir à multinacional presença majoritária no crescente mercado africano.

O Walmart anunciou o ano passado que pretendia adquirir a totalidade do Massmart, mas a empresa recuou e apresentou a proposta de comprar 51% da companhia.

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT
Conexão Sindical Condomínio Facebook Twitter Contracs Rede Brasil Atual Fecesc Fetrace Fetracom-DF Fetracom-PB Fetracs-RN Fetracs Fetracs RS Fenatrad

Todos os Direitos Reservados © CONTRACS
Sede: Quadra 1, Bloco I, Edifício Central, salas 403 a 406 | Setor Comercial Sul | CEP: 70304-900 | Brasília | DF
Telefone:(55 61) 3225-6366 | Fax:(55 61) 3225-6280
Subsede: Avenida Celso Garcia, 3177 | Tatuapé | CEP: 03063-000 | São Paulo | SP
Telefones:(55 11) 2091-6620 / 2091-2253 / 2092-5515 / 2225-1368 | Fax:(55 11) 3209-7496
www.contracs.org.br | contracs@contracs.org.br