CONTRACS > LISTAR NOTÍCIAS > BRASIL GERA RECORDE DE 280 MIL EMPREGOS FORMAIS EM FEVEREIRO

Brasil gera recorde de 280 mil empregos formais em fevereiro

01/01/2011

Escrito por:

O número de empregos com carteira assinada gerados em fevereiro deste ano chegou a 280,799 mil e atingiu o recorde para o mês, segundo dados divulgados nesta terça-feira pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho. O recorde anterior foi registrado em 2010, quando foram criados 209,4 mil.

A quantidade de vagas criadas em janeiro também foi revista para cima, passando de 152 mil para 168 mil, já que o ministério incorporou aos dados do mês as declarações de contratações feitas pelas empresas fora do prazo estipulado pela pasta. Para o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, com o ajuste de fevereiro, que só será divulgado em março, o total de empregos criados no mês passado vai superar 300 mil.

De acordo com Lupi, o recorde de fevereiro se deve, principalmente, aos preparativos para o Carnaval. "Em fevereiro, tivemos praticamente o mês inteiro sem interrupções, sem feriados, e gente contratando para trabalhar durante o Carnaval", disse. Com isso, o resultado para o primeiro bimestre do mês também atingiu o maior nível bimestral medido pelo Caged, com 448,7 mil vagas criadas. O recorde para os dois primeiros meses do ano foi registrado no ano passado, quando foram registrado 390 mil novas vagas.

No mês passado, o País registrou recorde de contratações (1,7 milhão) e também de demissões (1,5 milhão), o que determinou a maior alta já medida pela pasta no pagamento de seguro-desemprego. "A alta rotatividade do mercado de trabalho brasileiro aumenta também a quantidade de demissões. Como o mercado está ofertando mais empregos, os trabalhadores passam a procurar empregos que remuneram mais", afirmou.

Segundo Lupi, a comemoração do Carnaval em março, não em fevereiro como tradicionalmente acontece, teve influência positiva principalmente no setor de serviços, que gerou 134,3 mil empregos, a maior marca já registrada pelo Caged. Com destaque para o setor de serviços de alojamento e alimentação, que, sozinho, criou 33 mil vagas, também maior alta já medida pelo Ministério do Trabalho.

Em março, a quantidade de empregos gerados deve surpreender, segundo o ministro do Trabalho. De acordo com Lupi, o ensino, a construção civil e a indústria de transformação devem impulsionar a alta na criação de empregos com carteira assinada para o mês. O ministério mantém a previsão de gerar 3 milhões de vagas formais em 2011.

Fonte: Terra / Luciana Cobucci

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT
Conexão Sindical Condomínio Facebook Twitter Contracs Rede Brasil Atual Fecesc Fetracom-DF Fetrace Fetracom-PB Fetracs Fetracs-RN Fetracs RS Fenatrad Fetracom/MS Fenadados

Todos os Direitos Reservados © CONTRACS
Sede: Quadra 1, Bloco I, Edifício Central, salas 403 a 406 | Setor Comercial Sul | CEP: 70304-900 | Brasília | DF
Telefone:(55 61) 3225-6366 | Fax:(55 61) 3225-6280
Subsede: Avenida Celso Garcia, 3177 | Tatuapé | CEP: 03063-000 | São Paulo | SP
Telefones:(55 11) 2091-6620 / 2091-2253 / 2092-5515 / 2225-1368 | Fax:(55 11) 3209-7496
www.contracs.org.br | contracs@contracs.org.br