CONTRACS > LISTAR NOTÍCIAS > APESAR DO VETO DE DILMA, CUT DEFENDE AUMENTO DE APOSENTADORIAS EM 2012

Apesar do veto de Dilma, CUT defende aumento de aposentadorias em 2012

01/01/2011

Escrito por:

São Paulo – A Central Única dos Trabalhadores (CUT) defende que, apesar do veto da presidenta Dilma Rousseff, na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), à previsão de aumento real para aposentados em 2012, o reajuste acima da inflação seja garantido por meio de negociação com o governo. Em nota assinada, o secretário-geral da entidade, Quintino Severo, defende que se estabeleça um padrão semelhante ao aplicado atualmente ao salário mínimo. Isso asseguraria uma política de valorização permanente das aposentadorias.

O sindicalista considera que é necessário promover aumentos reais para recuperar o "desgastado poder de compra" de aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Todos os anos, a maior parte desse contingente (63,8%, segundo o Ministério da Previdência Social) obtém o mesmo percentual aplicado ao salário mínimo, mas para os que ganham mais do que o piso nacional, as correções são feitas por alíquota diferente.

"Reivindicamos que o veto da presidenta Dilma a artigo da LDO que previa aumento real para as aposentadorias em 2012 não seja impeditivo a um processo de negociação que encontre uma forma de valorizá-las", afirmou Quintino.

A nota cita proposta parada no Congresso Nacional que prevê mudança na legislação que rege aposentadorias. O texto estabelece que o reajuste seria definido pela soma da inflação apurada nos 12 meses anteriores mais uma parcela do crescimento do Produto Interno Bruto (PIB). O modelo é semelhante ao aplicado ao mínimo – inflação mais elevação do PIB de dois anos anteriores –, mas resultaria em percentual inferior.

A fórmula caminharia, na visão da CUT, em direção a políticas permanentes de valorização do idoso. Para isso, seria necessário ainda investir em acesso a medicamentos, transporte, saúde e lazer para essa faixa da população.

Fonte: Rede Brasil Atual

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT
Conexão Sindical Condomínio Facebook Twitter Contracs Rede Brasil Atual Fenascera Fecesc Fetracom-DF Fetrace Fetracom-PB Fetracs Fetracs-RN Fetracs RS Fenatrad Fetracom/MS Fenadados

Todos os Direitos Reservados © CONTRACS
Sede: Quadra 1, Bloco I, Edifício Central, salas 403 a 406 | Setor Comercial Sul | CEP: 70304-900 | Brasília | DF
Telefone:(55 61) 3225-6366 | Fax:(55 61) 3225-6280
Subsede: Avenida Celso Garcia, 3177 | Tatuapé | CEP: 03063-000 | São Paulo | SP
Telefones:(55 11) 2091-6620 / 2091-2253 / 2092-5515 / 2225-1368 | Fax:(55 11) 3209-7496
www.contracs.org.br | contracs@contracs.org.br