CONTRACS > LISTAR NOTÍCIAS > PROCURA POR EMPREGO CAI EM SÃO PAULO, QUE TEM MAIS DE 7 MIL VAGAS SOBRANDO

Procura por emprego cai em São Paulo, que tem mais de 7 mil vagas sobrando

01/01/2011

Escrito por:

São Paulo – A procura por emprego na cidade de São Paulo registrou queda de cerca de 10% entre setembro e novembro, em relação ao mesmo período de 2010. De acordo com o Centro de Apoio ao Trabalho (CAT), da prefeitura municipal, já há mais de 7 mil vagas sobrando em todas as regiões da cidade.

Segundo a supervisora de Intermediação de Mão de Obra do CAT, Ana Paula Ferreira, a oferta de emprego tem aumentado ano a ano, desde a abertura dos CATs, em 2005. Para ela, reflexo do aquecimento da economia. “O mercado está aquecido. Não só na área do comércio, que é uma área que tem muitas vagas, mas também os serviços e a construção civil, por causa da demanda da Copa de 2014”.

Ela estima que, este mês, a procura por novos empregos caia ainda mais, para 15%. “Dezembro sempre tem uma diminuição [da procura]. São vários fatores, as festas de fim de ano, as férias escolares. Algumas empresas entram em férias coletivas e as pessoas acabam achando que isso interfere na contratação, o que não é verdade”, explicou Ferreira.

As funções com maior número de vagas abertas nos CATs são auxiliar de limpeza (968 vagas), que não exige escolaridade mínima e oferece salários que variam de R$ 576 a R$ 1,1 mil; operador de teleatendimento (976) e porteiro (585). Também há oportunidades para operadores de supermercados (salários de até R$ 853); oficiais de serviços gerais (R$ 1,5 mil); motoristas (salário de até R$ 1,4 mil); atendentes de lanchonete (R$ 947); e analista de planejamento financeiro, que exige curso superior completo e oferece ganhos mensais de R$ 5 mil.

“Agora é uma momento muito importante para quem está procurando emprego. Como a concorrência é menor, é mais fácil a colocação no mercado de trabalho. Mas a pessoa que está procurando emprego tem que ter total disponibilidade de horário”, destacou a coordenadora.

Eliana de Jesus Teixeira, que trabalha como faxineira diarista, sem carteira assinada, pretende encontrar um emprego fixo. Segundo ela, o fim do ano é um momento mais propício para procurar emprego. “Estou procurando emprego para auxiliar de limpeza ou mesmo para trabalhar em casa de família [empregada doméstica]. É mais fácil de arrumar agora. No fim de ano, muita gente vai embora para a cidade natal”, disse ela.

Fonte: Agência Brasil / Bruno Bocchini

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT
Conexão Sindical Condomínio Facebook Twitter Contracs Rede Brasil Atual Fecesc Fetracom-DF Fetrace Fetracom-PB Fetracs Fetracs-RN Fetracs RS Fenatrad Fetracom/MS Fenadados

Todos os Direitos Reservados © CONTRACS
Sede: Quadra 1, Bloco I, Edifício Central, salas 403 a 406 | Setor Comercial Sul | CEP: 70304-900 | Brasília | DF
Telefone:(55 61) 3225-6366 | Fax:(55 61) 3225-6280
Subsede: Avenida Celso Garcia, 3177 | Tatuapé | CEP: 03063-000 | São Paulo | SP
Telefones:(55 11) 2091-6620 / 2091-2253 / 2092-5515 / 2225-1368 | Fax:(55 11) 3209-7496
www.contracs.org.br | contracs@contracs.org.br