CONTRACS > LISTAR NOTÍCIAS > ONU EXAMINA POLÍTICAS DO BRASIL SOBRE DEFESA DOS DIREITOS DA MULHER

ONU examina políticas do Brasil sobre defesa dos direitos da mulher

01/01/2011

Escrito por:

País está sendo analisado pela Comissão para Eliminação da Discriminação a Mulheres, em reunião, nesta sexta-feira, em Genebra; a recém-empossada ministra da área, Eleonora Menicucci, discursa em nome do Governo no evento. Igualdade de gênero é discutida em Genebra

A situação dos direitos das mulheres no Brasil está sendo analisada numa sessão das Nações Unidas, nesta sexta-feira, em Genebra, na Suíça.
 
O relatório está sendo apresentado aos integrantes da Comissão para Eliminação da Discriminação a Mulheres, Cedaw. A nova ministra-chefe da Secretaria de Políticas para as Mulheres, no Brasil, Eleonora Menicucci, está liderando a delegação brasileira no evento.
 
Autonomia
O documento elogia iniciativas do país na proteção de mulheres como a Lei Maria da Penha, além de outras ações de promoção de mais autonomia feminina.
 
Nesta entrevista à Rádio ONU, de Genebra, a ministra Eleonora Menicucci falou sobre a resposta do Governo a uma das questões do relatório que trata da contaminação de mulheres com o HIV.
 
“Não há uma feminilização do HIV. A contaminação das mulheres começou, nesta última década, a entrar na curva histórica da epidemiologia brasileira. Elas estão mais cuidadosas. O que está acontecendo é o HIV em mulheres jovens que começam a vida sexual mais cedo, e depois dos 60 anos. Isso está explicitando que as mulheres idosas têm relação sexual e não estão se prevenindo.”
 
Presença Feminina

Ao mencionar as conquistas reconhecidas pelo relatório da Cedaw sobre os direitos das mulheres no Brasil, a ministra Eleonora Menicucci lembrou a forte presença feminina no governo Dilma Rousseff.
 
“É um governo feminino que procurou, e tem conseguido, introduzir em todas as políticas públicas do governo, a questão do gênero. Seja no Bolsa Família, seja nas obras do PAC, seja no Brasil sem Miséria, no Viver sem Limites, que são políticas para pessoas com deficiências.  Seja na questão racial, enfim, nós conseguiremos aumentar as conquistas e  avançarmos em outras conquistas.”
 
O relatório sobre a situação das mulheres brasileiras está sendo analisado na Cedaw ao lado do de outros países como Noruega, Argélia e Zimbábue.

Fonte: Rádio ONU/Mônica Vilela Grayley 
  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT
Conexão Sindical Condomínio Facebook Twitter Contracs Rede Brasil Atual Fenascera Fecesc Fetracom-DF Fetrace Fetracom-PB Fetracs Fetracs-RN Fetracs RS Fenatrad Fetracom/MS Fenadados

Todos os Direitos Reservados © CONTRACS
Sede: Quadra 1, Bloco I, Edifício Central, salas 403 a 406 | Setor Comercial Sul | CEP: 70304-900 | Brasília | DF
Telefone:(55 61) 3225-6366 | Fax:(55 61) 3225-6280
Subsede: Avenida Celso Garcia, 3177 | Tatuapé | CEP: 03063-000 | São Paulo | SP
Telefones:(55 11) 2091-6620 / 2091-2253 / 2092-5515 / 2225-1368 | Fax:(55 11) 3209-7496
www.contracs.org.br | contracs@contracs.org.br