CONTRACS > LISTAR NOTÍCIAS > IBGE: DESEMPREGO ENTRE JOVENS BRASILEIROS CAI À METADE NA ÚLTIMA DÉCADA

IBGE: desemprego entre jovens brasileiros cai à metade na última década

01/01/2011

Escrito por:

O índice de desemprego entre jovens brasileiros de 18 a 24 anos caiu pela metade na última década. É o que demonstra levantamento realizado pelo IBGE, baseado em números coletados pela Pesquisa Mensal de Emprego nos últimos dez anos. De acordo com o estudo, a taxa de desocupação dos jovens nas seis principais regiões metropolitanas do país, em 2011, fechou em 13,4%.

O número é quase a metade dos 23,4% verificados em 2003. Segundo o deputado Eudes Xavier (PT-CE), a redução do desemprego entre os jovens ocorreu graças às ações adotadas pelo governo federal nos últimos anos.

“As políticas de retomada do crescimento econômico, de combate às desigualdades sociais e os programas de incentivo à qualificação e educação dos jovens, adotadas durante o governo Lula e que continuam no governo Dilma, possibilitaram ao Brasil criar mais oportunidades de emprego para os jovens brasileiros, principalmente os que vivem na periferia”, destacou.

O IBGE aponta que o nível de ocupação entre os jovens cresceu 11,7% nos últimos oito anos. Acima da dos adultos, que aumentou 8,9%.

Segundo Eudes Xavier, dentre as ações que mais contribuíram para reduzir o desemprego entre os jovens está a criação do Programa Nacional de Inclusão do Jovem (ProJovem), a expansão dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia (Ifets), e a inauguração de novos campi universitários federais por todo o país. Para o deputado, o grande desafio do governo Dilma é continuar criando novos postos de trabalho, além de implementar as políticas públicas voltadas aos jovens que constam no Estatuto da Juventude.

Motivos- Entre os motivos para a redução no desemprego entre os jovens brasileiros, o IBGE aponta além do bom momento econômico vivido pelo país nos últimos anos, as oportunidades de qualificação profissional e de aumento da escolaridade oferecidas aos jovens no país.

A situação experimentada hoje pelo Brasil é bem diferente da realidade vivenciada por vários países desenvolvidos europeus, onde o desemprego atinge quase a metade dos jovens. Na Espanha, por exemplo, a taxa de desemprego atingiu 45,8% no terceiro trimestre de 2011. O alto índice também é verificado na Grécia (45%) e Portugal (30%).

Na Itália, também em crise econômica, o índice de desemprego entre os jovens é de 26,5%, superior ao registrado pelo Brasil em 2003 (23,4%).

Fonte:
Informes/Héber Carvalho
  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT
Conexão Sindical Condomínio Facebook Twitter Contracs Rede Brasil Atual Fenascera Fecesc Fetracom-DF Fetrace Fetracom-PB Fetracs Fetracs-RN Fetracs RS Fenatrad Fetracom/MS Fenadados

Todos os Direitos Reservados © CONTRACS
Sede: Quadra 1, Bloco I, Edifício Central, salas 403 a 406 | Setor Comercial Sul | CEP: 70304-900 | Brasília | DF
Telefone:(55 61) 3225-6366 | Fax:(55 61) 3225-6280
Subsede: Avenida Celso Garcia, 3177 | Tatuapé | CEP: 03063-000 | São Paulo | SP
Telefones:(55 11) 2091-6620 / 2091-2253 / 2092-5515 / 2225-1368 | Fax:(55 11) 3209-7496
www.contracs.org.br | contracs@contracs.org.br