CONTRACS > LISTAR NOTÍCIAS > GREVE NA ÍNDIA CONTRA ABERTURA DO SETOR DE SUPERMERCADOS A MULTINACIONAIS

Greve na Índia contra abertura do setor de supermercados a multinacionais

24/09/2012

Greve nacional na Índia é em protesto contra reforma do governo, anunciada na semana passada, que permite a entrada no mercado interno de multinacionais do setor de distribuição

Escrito por: RFI

Greve nacional na Índia paralisa várias cidades do país na última quinta-feira. O movimento é em protesto contra reforma do governo, anunciada na semana passada, que permite a entrada no mercado interno de multinacionais do setor de distribuição.

A greve foi convocada por partidos de oposição, sindicatos e pequenos comerciantes. Eles temem que a chegada das multinacionais do setor de distribuição à Índia acabe com os pequenos mercados, lojas e supermercados indianos. A paralisação de 24 horas atinge o comércio varejista de várias cidades, mas também o tráfico ferroviário e até escolas privadas. Cerca de 50 milhões de trabalhadores aderiram ao movimento, segundo a principal central sindical indiana.

Várias manifestações foram convocadas para hoje na capital Nova Délhi e em outras cidades do país. Mumbai, a capital econômica da Índia, é uma das únicas cidades a não ter aderido à greve. Os motoristas de ônibus e caminhoneiros também devem cruzar os braços hoje para protestar contra o aumento de 12% no preço dos combustíveis.

Esta é a segunda vez que o primeiro-ministro Manmohan Singh tenta liberalizar o lucrativo setor da distribuição, avaliado em 470 milhões de dólares por ano. Ele voltou a propor a reforma na semana passada com o objetivo de estimular a economia. No ano passado o governo já tinha tentado implementar a medida, mas teve que recuar diante da grande oposição até dentro da coalizão governamental. A decisão autoriza grupos estrangeiros, como Walmart ou Carrefour, a comprar até 51% do capital de lojas e mercados varejistas multimarcas indianos.
 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT
Facebook Twitter Contracs Fecesc Fetrace Fetracom-DF Fetracom-PB Fetracs-RN Fetracs Conexão Sindical Rede Brasil Atual

Todos os Direitos Reservados © CONTRACS
Sede: Quadra 1, Bloco I, Edifício Central, salas 403 a 406 | Setor Comercial Sul | CEP: 70304-900 | Brasília | DF
Telefone:(55 61) 3225-6366 | Fax:(55 61) 3225-6280
Subsede: Avenida Celso Garcia, 3177 | Tatuapé | CEP: 03063-000 | São Paulo | SP
Telefones:(55 11) 2091-6620 / 2091-2253 / 2092-5515 / 2225-1368 | Fax:(55 11) 3209-7496
www.contracs.org.br | contracs@contracs.org.br