CONTRACS > ARTIGOS > A CONTRACS APOIA O FIM DO IMPOSTO SINDICAL

A Contracs apoia o fim do Imposto Sindical

Escrito po: Alci Matos Araujo, presidente da Contracs

11/04/2012

 

PONTO DE VISTA: A Contracs apoia o fim do Imposto Sindical

 

Lutar por sindicatos fortes e representativos é bandeira de luta da Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio e Serviços da CUT (Contracs/CUT). Defender os direitos dos trabalhadores também. Por isso, a Contracs se engaja em mais uma luta digna e histórica da nossa Central: a Campanha pelo Fim do Imposto Sindical.

 

Acreditamos e defendemos que a classe trabalhadora se organize e defenda seus direitos e, para tanto, queremos que estes mesmos trabalhadores definam o modelo de arrecadação e o quanto devem pagar para sustentar seus sindicatos e suas entidades de representação.

 

Engajados e conscientes, os trabalhadores e trabalhadoras são capazes de definir e estabelecer em assembleia o quanto vão pagar para que seus sindicatos continuem lutando em defesa de sua categoria.

 

Os princípios da Contracs se pautam no modelo democrático e, por isso, defendemos uma legislação capaz de estabelecer a criação da taxa negocial definida pelos próprios trabalhadores criando, assim, um novo modelo de negociação.

 

Atualmente, todos os trabalhadores e trabalhadoras com carteira assinada, sindicalizados ou não, têm descontado um dia de salário por ano. O atual modelo é deficitário e permite que sindicatos de gaveta somente arrecadem e sem atuação sejam criados apenas para receber o imposto sindical conforme determina a legislação. No entanto, isto impede que os direitos dos trabalhadores sejam efetivamente garantidos, pois não se fazem mobilizações e nem reivindicação dos direitos.

 

Comprometida com os princípios CUTistas, a Contracs repassou os materiais da Campanha Sobre o Fim do Imposto Sindical para alguns sindicatos filiados e incentiva que todos participem através das CUT Estaduais. Se a união faz a luta, acreditamos que a mobilização também pode promover grandes mudanças e estamos mobilizados nesta causa.

 

Somos a favor da liberdade e da autonomia sindical. Somos contra a unicidade e o imposto sindical. Estamos juntos nesta luta desde 1990 e continuaremos, como sempre, defendendo os direitos dos trabalhadores e trabalhadoras do ramo do comércio e serviços e de toda a classe trabalhadora brasileira.

 

Alci Matos Araujo, presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio e Serviços da CUT (Contracs-CUT)

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT
Aposentômetro Conexão Sindical Condomínio Facebook Twitter Contracs Rede Brasil Atual Fecesc Fetrace Fetracom-DF Fetracom-PB Fetracs-RN Fetracs Fetracs RS Fenatrad

Todos os Direitos Reservados © CONTRACS
Sede: Quadra 1, Bloco I, Edifício Central, salas 403 a 406 | Setor Comercial Sul | CEP: 70304-900 | Brasília | DF
Telefone:(55 61) 3225-6366 | Fax:(55 61) 3225-6280
Subsede: Avenida Celso Garcia, 3177 | Tatuapé | CEP: 03063-000 | São Paulo | SP
Telefones:(55 11) 2091-6620 / 2091-2253 / 2092-5515 / 2225-1368 | Fax:(55 11) 3209-7496
www.contracs.org.br | contracs@contracs.org.br