CONTRACS > ARTIGOS > SEM DEMOCRATIZAÇÃO DA COMUNICAÇÃO, NÃO HÁ LIBERDADE

Sem democratização da comunicação, não há liberdade

Escrito po: Maria do Rosário Assunção, secretária de comunicação da Contracs

04/05/2017

Esta semana, comemora-se o Dia Mundial da Liberdade de Imprensa e o Dia Nacional das Comunicações. Acabamos de sair de uma Greve Geral, que pouco ou quase nada foi noticiada pela grande imprensa, que continua apoiando os ataques à classe trabalhadora promovido pelo Governo ilegítimo de Michel Temer e criminalizando os movimentos sindicais e sociais. Temos, portanto, pouco a comemorar.

Mas não devemos apenas lamentar. Precisamos insistir, pressionar e acima de tudo comunicar. Sem a democratização dos meios de comunicação, como a Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio e Serviços da CUT (Contracs/CUT) defende juntamente com outras entidades, não há liberdade e dificilmente teremos espaço e vez na mídia. Mas podemos avançar juntamente.

No último dia 28 de abril, a hashtag Brasil em Greve (#BrasilEmGreve) foi tendência mundial em menções com mais de um milhão de menções no Twitter – volume superior aos protestos em favor do impeachment em 2015 e 2016. Os termos mais relacionados aos protestos foram as reformas trabalhistas e previdenciária e a perda de direitos.

Esta é a primeira ação de comunicação bem sucedida nas redes, nos últimos anos. De acordo com a análise da FGV-DAPP – Diretoria de Análises de Políticas Públicas, este cenário inaugura um novo momento na disputa política contra o governo Temer e, por isso, precisamos potencializá-lo. Desta vez, vencemos a guerra na comunicação ao relacionar as propostas das reformas com a perda de direitos e, por isso, precisamos manter o foco e a pressão contra estas medidas precarizantes.

Afinal, se ainda não podemos contar com uma mídia democrática que dê ampla voz e espaço aos diversos segmentos da sociedade, precisamos contar com as táticas da comunicação em rede para furar bolhas, informar as pessoas e conscientizar sobre os ataques que estão ocorrendo sistematicamente.

Maria do Rosário Assunção, secretária de comunicação da Contracs

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
Tutorial: Saiba como participar da campanha pela anulação da Reforma Trabalhista
Tutorial: Saiba como participar da campanha pela anulação da Reforma Trabalhista

#AnulaReforma

RÁDIO CUT
Facebook Twitter Contracs Fecesc Fetrace Fetracom-DF Fetracom-PB Fetracs-RN Conexão Sindical Rede Brasil Atual

Todos os Direitos Reservados © CONTRACS
Sede: Quadra 1, Bloco I, Edifício Central, salas 403 a 406 | Setor Comercial Sul | CEP: 70304-900 | Brasília | DF
Telefone:(55 61) 3225-6366 | Fax:(55 61) 3225-6280
Subsede: Avenida Celso Garcia, 3177 | Tatuapé | CEP: 03063-000 | São Paulo | SP
Telefones:(55 11) 2091-6620 / 2091-2253 / 2092-5515 / 2225-1368 | Fax:(55 11) 3209-7496
www.contracs.org.br | contracs@contracs.org.br