CONTRACS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > CONTRACS REÚNE COMERCIÁRIOS DE TODO O PAÍS EM SEMINÁRIO SOBRE REDES SINDICAIS

Contracs reúne comerciários de todo o país em seminário sobre Redes sindicais

17/09/2014

Durante dois dias, palestrantes e dirigentes sindicais discutiram o processo trabalhista presente nas redes Walmart, Carrefour, Casino e Cencosud

Escrito por: Lauany Rosa/Contracs

Coordenadores das redes, trabalhadores de base e dirigentes sindicais do Carrefour, Walmart, Cencosud e Casino, responsável pelo grupo Pão de Açúcar, se reuniram nos dias 29 e 30 de agosto, durante Seminário das Redes Sindicais da Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio e Serviços (Contracs/CUT). O evento formativo com duração de dois dias, ocorreu na cidade de São Paulo. O seminário contou com palestras e debates primeiro dia e teve continuação na manhã do sábado, dia 30, com o planejamento das redes da Contracs.

Na abertura política do seminário, a diretora da UNI Comércio Mundial Alke Boessinger palestrou sobre a UNI – Sindicato Global. Durante sua fala, Alke explicou o que é a UNI, como ela se organiza, qual a sua estrutura e representação mundial. Resultado da fusão dos sindicatos globais do comércio e finanças, gráficos, comunicação e correios, a UNI foi criada em 2000 para lutar junto as Centrais Sindicais e aos Sindicatos Nacionais e representar de forma unificada os mais de 20 milhões de trabalhadores dos diversos setores.

Alke Boessinger falou sobre as estratégias pensadas e definidas durante os congressos e conferências da UNI. Ela abordou o crescimento sindical que tem ocorrido por meio da sindicalização de trabalhadores e trabalhadoras. Segundo Boessinger, a estratégia global é organizar redes sindicais para conquistar acordos de liberdade de organização dos trabalhadores e direito a negociação coletiva em todo o mundo.

“A UNI fica mais forte e presente com as ações realizadas pelas redes e podemos avançar na medida que ficamos mais unidos e somamos esforços para fazer frente as multinacionais. Nosso trabalho é global, mas o resultado só será positivo se as conquistas globais forem cobradas e aplicadas localmente”, ressaltou.

O diretor da UNI Américas Comércio, Eduardo San Roman complementou as informações fornecidas por Boessinger, com dados dos avanços obtidos nas quatro redes sindicais que a Contracs trabalha nacionalmente, e que, a UNI organiza de forma global. San Roman reforçou a necessidade de aumentar a sindicalização dos trabalhadores para empoderar os sindicatos e fortalecer a atuação sindical com avanços nas negociações com os empregadores.  “É preciso ter dirigentes ou delegados sindicais no local de trabalho para estar em contato permanente com os trabalhadores e divulgando as ações e conquistas do sindicato em prol da categoria”.

O seminário também foi composto por debates, questionamentos e informações sobre as redes Walmart, Carrefour, Casino e Cencosud. Os dirigentes sindicais da Contracs trocaram experiências sobre como ocorre a atuação em suas bases. Para a secretaria de relações internacionais da Contracs, Lucilene Binsfeld, a troca de conhecimento e informações é o que otimiza a rede sindical. “Nossa rede tem como questão primordial a proteção dos trabalhadores e trabalhadoras. Para tanto, debatemos formas de impulsionar e melhorar cada vez mais as condições de trabalho”.

A professora e pesquisadora Patrícia Trópia, da Universidade Federal de Uberlândia apresentou o resultado da pesquisa: Organização e Mobilização no Comércio. A pesquisa foi realizada durante o Congresso da Contracs em 2011 e teve como objetivo traçar o perfil dos comerciários, além de apresentar dados do setor em outros países como Estados Unidos e França.

Além dos dados estatísticos, Patrícia Trópia apresentou o modelo de organização e mobilização dos trabalhadores no comércio, como piquetes, greves e campanhas. Ela ressaltou que na década de 1990, a classe trabalhadora brasileira estava constantemente mobilizada para lutar por seus direitos devido ao neoliberalismo que tentava precarizar as relações de trabalho. Os dados fornecidos pela pesquisadora incitaram o debate e a interação entre os dirigentes que avaliavam a situação dos comerciários em cada estado.

No segundo dia, o Plano de Ação foi apresentado. Os dirigentes sindicais presentes realizaram o planejamento das redes da Contracs. Para tanto, as atividades realizadas em 2014 foram avaliadas e os dirigentes sindicais elencaram as prioridades para o ano de 2015, de acordo com a necessidade de cada rede.

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT
Conexão Sindical Condomínio Facebook Twitter Contracs Rede Brasil Atual Fenascera Fecesc Fetracom-DF Fetrace Fetracom-PB Fetracs Fetracs-RN Fetracs RS Fenatrad Fetracom/MS Fenadados

Todos os Direitos Reservados © CONTRACS
Sede: Quadra 1, Bloco I, Edifício Central, salas 403 a 406 | Setor Comercial Sul | CEP: 70304-900 | Brasília | DF
Telefone:(55 61) 3225-6366 | Fax:(55 61) 3225-6280
Subsede: Avenida Celso Garcia, 3177 | Tatuapé | CEP: 03063-000 | São Paulo | SP
Telefones:(55 11) 2091-6620 / 2091-2253 / 2092-5515 / 2225-1368 | Fax:(55 11) 3209-7496
www.contracs.org.br | contracs@contracs.org.br