quinta-feira, dezembro 1, 2022

NOTA DE REPÚDIO AO DEPUTADO JAIR BOLSONARO: A Violência contra a mulher não é o mundo que a gente quer

Leia também

Deputado afirmou que não estupraria secretária de direitos humanos porque ela não merece.

A Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio e Serviços da CUT – CONTRACS vem por meio desta nota repudiar o discurso proferido nesta terça-feira pelo deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ), no Congresso Nacional, durante sessão que tratava dos Direitos Humanos.

Ao verificar que a deputada Maria do Rosário (PT-RS) estava saindo do plenário, após haver discursado em defesa da punição aos militares que cometeram crimes durante a ditadura no País, Bolsonaro irritou-se e disse: Fica aí, Mária do Rosário. Há poucos dias tu me chamou de estuprador no salão verde e eu falei que não iria estuprar você porque você não merece. Fica aqui para ouvir”.

Engajada na Campanha 16 dias de ativismo pelo fim da violência contra as mulheres, a CONTRACS entende essa atitude do deputado com uma grave violação dos direitos humanos das mulheres e uma forma de incitar a violência e banalizar o estupro.

Queremos aproveitar a data de hoje, dia 10 de dezembro – Dia Internacional dos Direitos Humanos, para reafirmarmos que a violência contra a mulher não faz parte do mundo que desejamos a todos e todas. Atitudes como esta somente contribuem para que a sociedade permaneça igual: promotora de desigualdades, discriminações, machista e violenta.

Sendo assim, a Contracs reitera a necessidade de uma punição por parte da Câmara para o deputado que se posicionou de forma favorável a efetivação de um crime hediondo. Não podemos admitir que opiniões como esta continuem sendo emitidas por políticos sem que nenhuma providência seja tomada.

A Confederação reforça que o papel dos parlamentares e de todo o Congresso Nacional é assegurar direitos e, portanto, não pode permitir que os representantes do povo ajam como se não tivessem nenhum compromisso junto à sociedade.

“A violência, seja qual for a maneira como ela se manifesta, é sempre uma derrota.” Jean Paul-Sartre

Alci Matos Araujo                                                  Mara Feltes

Presidente                                                              Secretária de Mulheres

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Última notícias