quinta-feira, maio 23, 2024

11º Congresso da Contracs aponta avanços na luta da classe trabalhadora

Leia também

Essa sexta-feira (22) foi marcada por intensos debates no 11º Congresso da Contracs. Pela manhã, o evento recebeu representantes de iniciativas voltadas ao bem-estar da categoria, que destacaram a importância de as entidades sindicais firmarem ações que visem a qualidade de vida das trabalhadoras e dos trabalhadores.

Ainda pela manhã, a atividade contou com a presença do presidente nacional da Central Única dos Trabalhadores, Sérgio Nobre. Em sua fala, o sindicalista, que integrou a delegação do presidente Lula na viagem aos Estados Unidos, destacou a parceria entre Contracs e CUT ao longo dos anos, principalmente, no período conturbado da pandemia.

Entre outros pontos, Sérgio falou ainda dos desafios da classe trabalhadora para o próximo período e enfatizou o que a eleição de Lula representou para o povo brasileiro.

“Agora, o povo brasileiro tem a oportunidade de reconstruir nosso país, com democracia, respeito aos direitos humanos e inclusão social. Neste sentido, a nossa Central, a Contracs e todos os outros ramos são fundamentais nessa reconstrução”, disse.

A Secretária Nacional de Articulação Institucional, Ações Temáticas e Participação Política do Ministério das Mulheres, Carmem Foro, também esteve presente no Congresso e fez uma reflexão sobre a discussão da paridade e equidade nas entidades sindicais.

“Fico feliz porque a Contracs vai implementar a paridade agora e não tinha outro momento mais importante do que esse que a gente vive, e esse ciclo só se completa com mais mulheres nos espaços de poder. Parabéns à Contracs e a todos os seus sindicatos, que estão firmes na construção de maior participação política das mulheres. Queremos mais igualdade na vida, no trabalho e no movimento sindical”, afirmou.

No período da tarde, as delegadas e os delegados debateram o Plano Estratégico de Ações e Lutas da Contracs, realizaram trabalho em grupo para a construção de moções, que foram aprovadas no Plenário e serão levadas ao Congresso Nacional da CUT. Os sindicalistas ainda participaram de debates diversos e aprovaram a prestação de contas da entidade, referente ao ano de 2022.

spot_img

Últimas notícias